terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

SC Barbarense 4x0 ADCP Biscoitos (Crónica)

A escola Tomás de Borba acolheu um dos grandes jogos desta quarta jornada da Série-Açores de Futsal frente a frente dois velhos conhecidos do campeonato ilha Terceira da última época e estreantes nestas andanças dos Nacionais, Barbarense e Biscoitos. A equipa do Barbarense voltava a actuar perante os seus adeptos e a necessidade de conquistar a primeira deste campeonato era crucial, mas do outro lado estava uma equipa dos Biscoitos que somava por vitórias as partidas disputadas e tinha que vencer para se colar novamente ao Matraquilhos no cimo da classificação. As bancadas da Tomás de Borba encheram-se para assistir à partida e ao intervalo a equipa da casa vencia por 1-0, no segundo tempo a equipa do Barbarense aproveitou da melhor forma os erros adversários e acabou por golear por 4-0.
A equipa do Barbarense logo no primeiro minuto de jogo conquistou um livre na entrada da área dos Biscoitos, Rúben Saúde encarregou-se da marcação e quando Fábio G. pensava que o jogador do Barbarense ia rematar em força, o mesmo aplicou-lhe um chapéu perfeito, valendo à equipa forasteira Romualdo em cima da linha de cabeça a impedir um golo certo. Praticamente na resposta o esférico é colocado na área do Barbarense, onde o guardião Marco Ferreira não foi leste a aliviar perante Sabugueiro, lance que poderia ter trazido males maiores para a turma da casa. Aos 4 minutos e claramente numa lance muito bem trabalhado pelos pupilos de Marco Ferreira, André Almeida na cobrança de um livre deixa em Sabugueiro e este de primeira coloca no coração da área completamente à vontade, mas acerta mal na bola, com a mesma a perder-se pela linha de fundo.
A partida estava bonita para um verdadeiro amante de Futsal, uma vez que ambos os conjuntos procuravam jogar na certeza, e explorar o erro adversário. Aos 7 minutos Paulo Ourique e João Rodrigues combinam na perfeição para Paulo Ourique fazer o passe ao segundo poste com demasiada força. Na resposta José João recebe o esférico com a coxa já na área adversária e perante Fábio G. atira ao lado. Aos 11 minutos o mesmo José João surpreende tudo e quase todos, mas o guardião dos Biscoitos atento defendeu para canto, na sequência do canto Nuno Costa remata, obrigando desta feita Fábio G. a uma grande defesa. A equipa do Barbarense melhorou com a entrada de Márcio e Nuno Costa.
Melhorias estas que foram traduzidas no marcador à passagem do minuto 13, depois de Márcio Ferreira deixar o esférico em José João e este perante a saída de Fábio G. e apanhando o guardião a meio da viagem fez-lhe um chapéu sem hipótese de defesa, inaugurando assim o marcador. A equipa dos Biscoitos reagiu bem ao tento sofrido e volvidos 2 minutos Sabugueiro deixa o esférico em Álvaro Almeida que remata para defesa complicada de Márcio Ferreira. Aos 17 minutos o mesmo Álvaro Almeida deixa Romualdo isolado e este perante Márcio Ferreira não consegue melhor que desviar o esférico na direcção do mesmo, e no último minuto da primeira parte a equipa dos Biscoitos beneficiou de uma grande penalidade a castigar uma falta de Márcio Ferreira sobre João Aguiar, André Almeida encarregou-se da marcação e atirou ao poste.
Ao intervalo a equipa do Barbarense vencia por 1-0, resultado este extremamente pesado para a equipa dos Biscoitos, mas que vinha penalizar a ineficácia ofensiva da equipa do norte da ilha Terceira. O inicio de segunda parte foi morno, com o respeito que ambos os conjuntos nutriam a sobressair, e com a tentativa clara de aproveitar o erro adversário. Perigo foi coisa que não existiu nos primeiros 11 minutos do segundo tempo e ai Nuno Costa apareceu isolado e rematou para defesa de Fábio G. na recarga Vítor Coelho rematou para o guardião contrário voar para grande parada. No minuto seguinte a equipa do Barbarense volta a desperdiçar uma soberana oportunidade, quando já sem Fábio G. na baliza, Márcio Ferreira remata para Márcio impedir o golo e na recarga Bruno Miguel remata para Márcio novamente e desta feita de forma quase que heróica impedir novamente o golo.
A 5 minutos do final da partida e já com a equipa de Marco Reis claramente desequilibrada em termos tácticos na procura da igualdade, a equipa do Barbarense recuperou o esférico em zona privilegiada, Vítor Coelho assistiu Márcio Ferreira que de forma incrível não conseguiu ampliar a vantagem, na sequência do lance a equipa do Barbarense ganhou uma grande penalidade, Bruno Miguel encarregou-se da marcação e fez o 2-0. Já na busca desesperada do golo e com Romualdo como guarda redes avançado, a equipa dos Biscoitos perdeu o esférico em zona proibida e José João conduziu na esquerda do seu ataque e no momento certo assistiu Rúben Saúde que devolveu ao companheiro e este rematou para o 3-0, volvidos 2 minutos e novamente com Romualdo na baliza adversária, José João volta a ganhar o esférico e deixa no lado contrário em Rúben Saúde que com um excelente remate faz o 4-0 final. Até final tempo ainda para a expulsão de Bruno Miguel, uma baixa importante para Ernesto Gouveia, na próxima partida, onde recebe o Matraquilhos.

Fonte: Região Desporto | Nuno Vitória

Sem comentários:

Enviar um comentário